Disciplina Curricular

Recursos Faunísticos RFaun

Licenciatura Bolonha em Engenharia Florestal e dos Recursos Naturais - LEFRN 2010-2011

Contextos

Grupo: LEFRN 2010-2011 > 1º Ciclo > Tronco Comum

Período:

Peso

6.0 (para cálculo da média)

Objectivos

Conhecer a diversidade taxonómica e ecologia funcional dos grupos de invertebrados e de vertebrados dos ecossistemas terrestres, em particular ecossistemas florestais e dulçaquicolas. Conhecer as interacções das populações animais com diferentes níveis tróficos. Compreender, o efeito das alterações ambientais e antropogénicas nas populações e comunidades animais nestes ecossistemas. Saber amostrar as diferentes populações animais, com diferentes objectivos e nos diferentes meios abióticos.

Programa

I - Ecologia funcional dos invertebrados florestais Diversidade e funcionalidade dos principais grupos de invertebrados dos ecossistemas florestais. Principais níveis tróficos ocupados pelos invertebrados e sua relevância no funcionamento dos ecossistemas. Função dos invertebrados na decomposição dos materiais lenho-celulósicos: invertebrados subcorticais, xilófagos, micetófagos e detrítivoros. Sucessão de comunidades associadas à decomposição dos materiais lenhosos. Invertebrados fitófagos. Diversidade de tecidos vegetais consumidos pelos invertebrados florestais. Interacções invertebrados/plantas: resistência e tolerância das plantas. Implicações da herbívoria nas populações de plantas, comunidades vegetais e do ecossistema. Os polinizadores e a coevolução com as plantas com flor. Funções ecológicas dos polinizadores. Invertebrados predadores, parasitas e parasitóides. Habitat, presas e hospedeiros. Estratégias de selecção de presas e de escape à predação e parasitoidismo. A importância dos inimigos naturais, predadores e parasitóides, na dinâmica das populações das presas/hospedeiros. Interacções tri-tróficas. Os invertebrados e as actividades florestais. Invertebrados úteis e prejudiciais. A gestão de habitat e a conservação de invertebrados. Amostragem e monitorização de populações de invertebrados. Métodos de amostragem dinâmicos: armadilhas pitfall, cromotrópicas, de Tulgreen-Berlese, de feromonas, etc. Métodos de amostragem mecânicos: batidas, aspiração, Malaise, redes entomológicas. II - Ecologia funcional de vertebrados florestais Diversidade dos grupos de taxa de vertebrados - peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos. Ciclos de vida, em particular decorrendo em ecossistemas florestais e em águas interiores. Guildas tróficas, habitacionais, reprodutoras e migradoras. Posicionamento no funcionamento do ecossistema e relevância. Espécies portuguesas de vertebrados e a distribuição. Interacções com o Homem e estado de conservação presente. Amostragem e monitorização de aves, mamíferos e peixes. Métodos pontuais e por área. Marcações. Métodos quantitativos. Métodos de estimativa de diversidade das populações de animais.

Métodos de ensino e avaliação

Inquéritos de resposta rápida realizados nas aulas práticas (5 a 7); trabalhos de revisão e de síntese sobre temas apresentados e discutidos na aula (2); testes intercalares 2.

Disciplinas Execução

2021/2022 - 1º semestre

2020/2021 - 1º semestre

2019/2020 - 1 semestre

2018/2019 - 1 Semestre

2017/2018 - 1 Semestre

2016/2017 - 1 Semestre

2015/2016 - 1 Semestre

2014/2015 - 1 Semestre

2013/2014 - 1 Semestre