Disciplina Curricular

Gestão Integrada de Pragas e Doenças Florestais GIPDF

Mestrado Bolonha em Gestão da Floresta e dos Recursos Naturais no Mediterrâneo - MEDFOR 2012-2013

Contextos

Grupo: MEDFOR 2012-2013 > 2º Ciclo > Parte Escolar > Tronco Comum > Optativas

Período:

Peso

6.0 (para cálculo da média)

Objectivos

Compreender a ecologia, incluindo as interacções com as plantas hospedeiras, inimigos naturais e dinâmica das populações de pragas e doenças. Compreender os impactes ecológicos e económicos das pragas e doenças no funcionamento e sustentabilidade dos povoamentos florestais Conhecer e aplicar métodos de monitorização de pragas e doenças e de previsão de riscos. Conhecer e aplicar métodos de gestão de pragas e doenças: prevenção e supressão. Conhecer impactes económicos e ecológicos das diferentes estratégias de gestão pragas e doenças e analisar custos e benefícios.

Programa

1. Ecologia das pragas e doenças. Factores favoráveis à ocorrência de pragas e doenças. Dinâmica das populações, surtos populacionais, mecanismos de regulação, interacções insecto-hospedeiro, inimigos naturais. Modelos epidemiológicos e quantificação dos parâmetros de doença 2. Monitorização de pragas e doenças Detecção e monitorização de pragas e doenças: árvore individual, povoamento e território. Definição de risco do povoamento e da árvore individual. Modelos de causalidade e de grau de risco 3. Medidas de prevenção ou profilácticas. Práticas silvícolas Gestão de habitat para organismos auxiliares Prevenção de pragas e doenças exóticas: medidas de embargo, quarentena, legislação. 4. Meios de controlo. Protecção químicos: classificação e composição de pesticidas. Técnicas e material de aplicação de pesticidas.. Impactes ecológicos e riscos para a saúde pública. Processo e exigências de homologação Controlo biotécnico: feromonas e cairomonas, uso de armadilhas à base de semioquímicos (captura em massa, “push & pull”, confusão sexual) Controlo biológico: agentes bióticos de controlo biológico, avaliação de eficácia e segurança, impactes ecológicos, biofábricas de agentes bióticos Melhoramento genético: variabilidade genética e melhoramento de plantas para resistência a pragas e doenças. Métodos biotecnológicos de melhoramento de plantas. Medidas de controlo culturais e mecânicas. Tratamento de madeiras armazenadas 5. Impactes ecológicos e económicos das pragas e doenças nos povoamentos e recursos florestais, impactes das estratégias de gestão. Integração da gestão de pragas e doenças na gestão florestal Análise de custos/benefícios

Métodos de ensino e avaliação

A. Trabalhos de revisão e de síntese sobre temas apresentados e discutidos na aula (50%); testes teóricos intercalares (50%).
B. Exame final, opcional, obrigatório para os alunos que não obtiveram 10 valores nos testes teóricos (60%B+ 40%A)

Disciplinas Execução

2022/2023 - 1º semestre

2021/2022 - 1º semestre

2020/2021 - 1º semestre

2019/2020 - 1 semestre

2018/2019 - 1 Semestre

2017/2018 - 1 Semestre

2016/2017 - 1 Semestre

2015/2016 - 1 Semestre

2014/2015 - 1 Semestre

2013/2014 - 1 Semestre