Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

ISA  >  Ensino  >  LEA

Licenciatura Bolonha em Engenharia Agronómica

Campus

Coordenadores 2017/2018

Prof. Doutor  Cristina Maria Moniz Simões Oliveira

Prazos

Calendário Escolar:

Candidaturas:

Resultado da selecção:

Inscrições:

Informação Adicional
Links
Flyer EngAgronomica

Breve Introdução

Os licenciados em Engenharia Agronómica pelo ISA deverão, ao fim do 1º ciclo de estudos de 180 créditos apresentado, possuir um conjunto de competências específicas que permitam programar, coordenar e executar as atividades de produção agrícola ao nível da exploração agrícola de forma a assegurar a quantidade e qualidade da produção, a higiene e segurança no trabalho, a preservação do meio ambiente e a segurança alimentar dos consumidores; programar, coordenar e executar as atividades de apoio ou suporte à produção agrícola ao nível de empresas prestadoras de serviços ou fornecedoras de fatores de produção para a agricultura.

Historial

Objectivos

Destinatários

Saídas Profissionais

O que é ser Engenheiro Agrónomo?

O engenheiro agrónomo deve ser curioso, gostar de atividades ao ar livre, adaptar-se às novas tecnologias, ter preocupação ecológica e responsabilidade social. Ele programa, coordena e executa as atividades de produção agrícola, de forma a assegurar a quantidade e qualidade da produção, a higiene e segurança no trabalho, a preservação do meio ambiente e a segurança alimentar dos consumidores.

O engenheiro agrónomo tem um papel fundamental, pois é ele que vai propor soluções e orientar os agricultores sobre as melhores práticas, como o uso racional dos recursos naturais, visando produzir mais, melhor e sempre de forma responsável. Deve saber utilizar os conhecimentos de base da ciência agronómica e do meio agrário que sejam capazes de conceber, planear, projetar e dirigir as atividades agrícolas de produção ligadas à exploração da terra, bem como promover a resolução de problemas por ela suscitados.

Quando terminar o 1º. Ciclo, que especializações tenho no 2º ciclo?

Este curso permite, ao nível do 2º. Ciclo, especializações em Agro-Pecuária, Economia Agrária e Gestão do Território, Engenharia Rural, Hortofruticultura e Viticultura e Proteção de Plantas.

Que saídas Profissionais?

Estes licenciados poderão exercer a sua profissão em explorações agrícolas públicas e privadas, agrupamentos de produtores e outras associações agro-pecuárias, empresas de serviços, ou como trabalhadores independentes podendo o trabalho ser executado no campo ou nas instalações produtivas (pomares e vinhas, estufas, vacarias, suiniculturas, aviários, etc.), Como responsáveis da produção agrícola fazem a ponte com a indústria alimentar e com a engenharia ambiental.

Poderão ainda integrar-se em gabinetes de projetos (estudos técnicos e económicos) ou dedicarem–se à componente científica efetuando trabalho de campo e de laboratório em diversas áreas (como por exemplo entomologia, robótica, nutrição humana, entre outras...).

Regime de Funcionamento

Diurno

Propinas

Anual 2017/2018

Estudantes nacionais: 1.063,47 €
 
Estudantes internacionais: 3.000 €

Calendário Lectivo

Todos semestres 1º semestre 2º semestre
Aulas
  • 18-09-2017 ... 20-12-2017
  • 19-02-2018 ... 30-05-2018
Exames
  • 04-01-2018 ... 02-02-2018
  • 04-06-2018 ... 02-07-2018
Submissão de Notas
  • 03-01-2018 ... 29-08-2018
  • 04-06-2018 ... 30-09-2018
Exames - Época Especial
  • 04-01-2018 ... 13-08-2018
  • 05-07-2018 ... 16-07-2018
Submissão de Notas - Época Especial
  • 01-02-2018 ... 26-06-2018

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.