Programa

Inventário Florestal

Licenciatura Bolonha em Engenharia Florestal e dos Recursos Naturais

Programa

1 Introdução ao inventário florestal
1.1 A necessidade de caraterizar os povoamentos florestais
1.2 Inventariação e monitorização de recursos florestais
1.3 Variáveis da árvore, variáveis do povoamento e outras variáveis do ecossistema florestal
1.4 A necessidade de amostrar
1.5 Erros de medição e observação e erro de amostragem
1.6 Inventários florestais a várias escalas espaciais e para vários objetivos
1.7 História do Inventário Florestal Nacional Português
2 Variáveis da árvore
2.1 Idade
2.2 Diâmetros, perímetro e área seccional
2.3 Casca
2.4 Altura
2.5 Variáveis da copa
2.6 Forma
2.7 Volume
2.7.1 Volume total e por categorias de aproveitamento
2.7.2 Volume com e sem casca
2.7.3 Métodos de cubagem direta
2.7.4 Métodos de cubagem indireta – Cubagem rigorosa por toros
2.7.5 Métodos de estimação de volumes
2.7.5.1 Equações de volume total e de volume percentual
2.7.5.2 Equações de perfil do tronco
2.8 Biomassa
2.8.1 Avaliação indireta da biomassa
2.8.2 Estimação da biomassa (total e por componentes)
3 Variáveis do povoamento
3.1 Métodos para avaliar variáveis por ha
3.1.1 Parcelas de raio fixo
3.1.2 Parcelas com um número de árvores fixo
3.1.3 Parcelas concêntricas
3.1.4 Método de Bitterlich
3.2 Número de árvores por ha
3.3 Diâmetros, área basal e diâmetro quadrático médio
3.4 Alturas dos povoamentos
3.5 Relações hipsométricas locais e gerais
3.6 Lotação e densidade do povoamento
3.7 Avaliação da qualidade da estação
3.8 Volume por unidade de área
3.8.1 Volume total e por categorias de aproveitamento
3.8.2 Cálculo do volume com dados agregados
3.8.3 Cálculo do volume com equações de cubagem
3.8.4 Métodos das árvores modelo
4 Outras variáveis do ecossistema florestal
4.1 O sub-bosque. Diversidade e biomassa
4.2 A estrutura vertical
4.3 A manta morta
4.4 Caraterização do solo
4.5 A medeira morta
5 Amostragem e processamento de dados de inventário
5.1 Inventário de um povoamento - amostragem simples
5.1.1 Processamento dos dados para as várias parcelas
5.1.1.1 Cálculo de variáveis do povoamento
5.1.1.2 Cálculo da distribuição de diâmetros
5.1.2 Intervalo de confiança e erro de amostragem
5.1.3 Cálculo da dimensão da amostra para um erro percentual pretendido
5.2 Inventário de uma área de gestão - amostragem estratificada
5.2.1 Processamento dos dados para as várias parcelas
5.2.2 Cálculo de variáveis do povoamento para o total da área de gestão
5.2.3 Intervalo de confiança e erro de amostragem
5.2.4 Cálculo da dimensão da amostra para um erro percentual pretendido
5.3 Inventário de variáveis não relacionadas com a área - amostragem por grupos
5.3.1 Exemplo com o inventário da qualidade da cortiça
5.3.2 Intervalo de confiança e erro de amostragem
5.3.3 Cálculo da dimensão da amostra para um erro percentual pretendido
5.4 Avaliação de áreas de estratos - amostragem qualitativa
5.4.1 Exemplo com o Inventário Florestal Nacional
5.4.2 Intervalo de confiança e erro de amostragem
5.4.3 Cálculo da dimensão da amostra para um erro percentual pretendido
5.4.4 Cálculo da dimensão da grelha para um erro percentual pretendido
6 Planeamento de um inventário florestal
6.1 Definição dos objetivos e das necessidades de informação
6.2 Discussão da exatidão, custos e tempo de realização pretendidos
6.3 Delineamento da amostragem
6.4 Decisão sobre o tipo e dimensão das parcelas de amostragem
6.5 Preparação do protocolo de campo
6.6 Treino das equipas de campo
6.7 Planeamento do apoio logístico
6.8 Planeamento dos procedimentos de cálculo
7 Inventário Florestal Nacional Português