Breve Introdução

Sabe explicar de uma forma simples o que é uma molécula? Ou uma gimnospérmica? Ou um macroinvertebrado?



Comunicar ciência para fora do meio científico não é uma tarefa fácil: a linguagem usada “entre pares” é difícil de perceber e a falta de um fio narrativo pode tornar os temas pouco interessantes e demasiado complicados. E facilmente se perde a oportunidade de passar uma mensagem que é importante para todos nós. Comunicar ciência de forma clara e acessível pode ser o caminho que nos leva a uma ciência para todos.

Depois do sucesso das três edições anteriores regressamos com este curso, desta vez em formato online, pensado para todos aqueles que sentem dificuldade em comunicar conteúdos científicos para o público em geral.

Condições de Acesso: 


Através do portal Fénix, em:

https://fenix-edu.isa.ulisboa.pt/accountCreation

Período de candidaturas até dia 28 de abril de 2021.



Número de alunos:

O curso funcionará com um mínimo de 8 e um máximo de 20 alunos.

Critérios de Seleção:

Caso haja mais do que 20 candidatos, serão admitidos no curso os primeiros 20 candidatos selecionados que confirmarem a sua participação fazendo o pagamento do custo de inscrição.



Mais informações:

Divisão Académica
E-mail: dacademica@isa.ulisboa.pt
Tel: +351 21 365 31 16
Fax: +351 21 365 31 95

Historial

Responsável: Cristina Nobre Soares

Biografia

Cristina Nobre Soares é consultora em comunicação clara de ciência.

Com formação de base em Engenharia Florestal, trabalhou no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, deu aulas de cartografia e detecção remota no Instituto Politécnico de Tomar, mas acabou por se dedicar à comunicação e à linguagem.

Trabalhou em linguagem clara na empresa Português Claro e entre as várias empresas e instituições com que colaborou salientam-se:

Instituto Superior de Agronomia, Instituto de Telecomunicações (IST), MARE - Centro de Ciências do Mar e Ambiente, INSA – Dr. Ricardo Jorge, Universidade da Madeira, FSC, Montis e APAI.

Objetivos

Este curso tem como objectivo fornecer técnicas para simplificar a linguagem escrita e a terminologia técnica, sem nunca perder o rigor, tornando o texto científico mais acessível a todos.  Ensina também como construir uma história a partir de um tema científico e como utilizar gráficos como ferramenta narrativa.

Ao longo do curso serão também abordados outros temas de comunicação de ciência tais como a comunicação de risco, as redes sociais e a comunicação de dados. No final todos os participantes apresentarão um artigo de divulgação científica para o público em geral.


Programa:

1.      Principais dificuldades na comunicação de ciência para o público em geral

2.      Para quem é que comunico?

o   Identificar o meu público-alvo.

o   Como direcionar a linguagem e a estrutura da escrita para o nosso público-alvo.

3.      Técnicas de linguagem clara em comunicação de ciência

o   Técnicas de linguagem clara para ciência.

4.      “A maldição do conhecimento” – Vocabulário

o   Erros comuns.

o   Como comunicar termos e jargão técnico para fora da comunidade científica.

5.      Como estruturar um artigo de divulgação científica de forma clara e objectiva

o   A ideia-chave.

o   O fio narrativo.

6.      Contar uma história “científica”

o   Técnicas narrativas.

o   Comunicação de risco e storytelling.

o   As redes sociais.

7.      Data Storytelling – Números e histórias

o   Representar gráficos com clareza.

o   Que história conta o meu gráfico?- Os gráficos como ferramenta narrativa-

     8.      Apresentação do trabalho final

Destinatários

É dirigido a todos os professores, investigadores e técnicos que tenham necessidade de comunicar para o público em geral.



Certificados:

O curso não tem avaliação. Os alunos terão acesso a um certificado de participação, se requerido.

Regime de Funcionamento


Regime: Pós-laboral

Calendarização: 5, 6, 11, 12, 13, 18, e 20 de Maio de 2021, das 18h30-20h30

Horas: 14 h (7 sessões de 2 h)

PLATAFORMA ONLINE: Zoom

Propinas

Propina: 180 Euros