Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

ISA  >  Ensino  >  LEAlim

Licenciatura Bolonha em Engenharia Alimentar

Campus

Coordenadores 2017/2018

Prof. Doutor  Maria Isabel Nunes Januário

Prazos

Calendário Escolar:

Candidaturas:

Resultado da selecção:

Inscrições:

Informação Adicional
Links
Flyer EngAlimentar

Breve Introdução

A licenciatura em Engenharia Alimentar visa a formação de profissionais para a Indústria Alimentar, com conhecimentos amplos na área da Qualidade e da Segurança, e competências adequadas à conceção, planeamento e gestão das unidades industriais. A formação nesta especialidade da engenharia privilegia o conhecimento integrado de ciência e tecnologia, possibilitando a interpretação e controlo dos fenómenos associados às modificações bioquímicas, físico-químicas e microbiológicas que afetam os alimentos, desde as matérias primas até aos produtos finais. Os licenciados têm acesso ao Mestrado em Engenharia Alimentar ou em área relacionada.

Historial

Objectivos

Destinatários

Saídas Profissionais

O que é ser Engenheiro Alimentar?

É um profissional multidisciplinar, curioso, persistente, comunicativo e deve dominar o conhecimento técnico.

O engenheiro alimentar deve ter conhecimentos amplos na área da Qualidade e da Segurança, e competências adequadas à conceção, planeamento e gestão das unidades industriais. A formação nesta especialidade da engenharia privilegia o conhecimento integrado de ciência e tecnologia, possibilitando a interpretação e controlo dos fenómenos associados às modificações bioquímicas, físico-químicas e microbiológicas que afetam os alimentos, desde as matérias-primas passando pelos produtos finais, embalagem, armazenamento, indo até ao consumidor.

Deve estar apto para desenvolver novos produtos e novas tecnologias, otimizando os recursos disponíveis e, para tal, reduzir desperdícios, reutilizar subprodutos e aproveitar os recursos naturais. Trabalhar segundo normas técnicas de Segurança, qualidade, produtividade, higiene e preservação ambiental.

Quando terminar o 1º. Ciclo, que perspetivas tenho no 2º ciclo?

O curso tem forte componente industrial e permite, ao nível do 2ª. Ciclo, especializações em Processamento de Alimentos e Qualidade e Segurança Alimentar.

Que saídas Profissionais?

  • Industrias alimentares (Produtos animais e Vegetais, Óleos e Azeites);
  • Enologia e Viticultura;
  • Controlo de Qualidade;
  • Planeamento e Projetos Industriais;
  • Consultoria e Auditoria; Estratégias de Marketing e Comercialização;
  • Investigação Científica e Ensino;
  • Administração Pública, Central e Local.

Regime de Funcionamento

Diurno

Propinas

Anual 2017/2018

Estudantes nacionais: 1.063,47 €
 
Estudantes internacionais: 3.000 €

Calendário Lectivo

Todos semestres 1º semestre 2º semestre
Aulas
  • 18-09-2017 ... 20-12-2017
  • 19-02-2018 ... 30-05-2018
Exames
  • 04-01-2018 ... 02-02-2018
  • 04-06-2018 ... 02-07-2018
Submissão de Notas
  • 03-01-2018 ... 29-08-2018
  • 04-06-2018 ... 30-09-2018
Exames - Época Especial
  • 04-01-2018 ... 13-08-2018
  • 05-07-2018 ... 16-07-2018
Submissão de Notas - Época Especial
  • 01-02-2018 ... 26-06-2018

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.